quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Paulo Branco présente

Paulo Branco présente... com estas três palavras começa este "post", assim como o trailer do filme "Cinzas e Sangue" que marca a estreia de Fanny Ardant como realizadora. Ainda não vi o filme, mas estou cheio de curiosidade. Estará nos cinemas a 7 de Janeiro de 2010 e espero conseguir vê-lo sem dificuldade, já que tem sido difícil ver cinema de qualidade no Porto. A ante-estreia do filme realizou-se em Lisboa, aquando da celebração dos 20 anos da Medeia Filmes, em virtude de Paulo Branco ter "arriscado" a sua produção. Com passagem pelo festival de Cannes, este filme parece ser bem interessante. Mas não é sobre o filme que quero escrever. É sobre Paulo Branco e sobre a Medeia, portugueses a trabalhar numa área frágil mas com um rumo. Sabem o que querem e perseguem-no Não queria acabar 2009 sem uma nota positiva, pelo que esta produção portuguesa apresenta-se como uma excelente oportunidade para a fazer. Parabéns ao Paulo Branco pela força e a coragem de apostar em cinema, em "films" em vez de "movies". Parabéns à Medeia pelo excelente trabalho na divulgação do bom cinema por terras lusas. Numa nota paralela, fica o pedido para uma dinamização mais forte por terras nortenhas. Os cinemas Cidade do Porto apresentam uma dificuldade que é a de lutar com o conceito mercantilista de um centro comercial, é certo, mas há tantos cinemas abandonados no Porto que podiam ser aproveitados pela Medeia para coisas bem mais bonitas do que o destino incerto que os espera. A sala no Teatro Campo Alegre não é atractiva (eu próprio só fui lá uma vez, ao contrario do que acontecia com o Nun'Alvares onde acompanhava regularmente a programação) pelo que deviam considerar fortemente uma alternativa. Actualmente fala-se de uma possível saída da Associação de Comerciantes do Cinema Batalha. Porque não fazem uma proposta à CMP para ocupação e dinamização daquele espaço? É central, tem enormes potencialidades (bar e restaurante), duas salas para projecção, etc. Ideias minhas...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Boicote à Red Bull Air Race 2010

O blog aRT alonG the aGes torna publico o boicote à edição 2010 da Red Bull Air Race, passando a ostentar a imagem anexa na barra lateral, bem como a declaração inerente ao mesmo.

Nota de 24/12/2009: Registamos com agrado a escolha da imagem aqui apresentada para "foto de perfil" da página "RedBull Air Race Lisboa 2010: EU NÃO VOU!" no Facebook.

sábado, 19 de dezembro de 2009

Espacio Atlántico - Feira de Arte Contemporáneo - Vigo 2010

Estou super-hiper-mega curioso, qual teenager floribeliano, acerca desta Espacio Atlántico. Pelo que sei, e aparente-
mente confirmado no site da feira, uma série de galerias portuguesas (em destaque várias do Porto), 14 ao todo, estarão presentes nesta feira em detrimento da presença em outras, entre as quais a ARCO e a Arte Lisboa. Em relação a esta última acho que a ausência foi a opção mais acertada. Segundo o que li na Notícias Sábado 204 sobre a Arte Lisboa, "não se passa nada" terá sido um dos comentários feitos sobre a dita. O que ouvi por cá ainda vai mais longe. Galeristas a tentar colar artistas "menores" ou no mínimo, menos cotados e/ou em fase de afirmação, a artistas conceituados e com provas dadas, hiper-valorizando os primeiros por osmose graças à proximidade com os segundos era algo de perfeitamente observável. Ou isso ou então a qualidade dos artistas que essas galerias representam é mesmo baixa, o que também não abona nada a favor das mesmas. E isso tudo só descredibiliza o mercado. Também por isso estou interessado em ver o que se vai passar em Vigo. E também porque acho que a Galiza é uma excelente montra para os galeristas do Porto exporem os seus artistas. E porque defendo que o futuro do Porto ruma a Norte e não a Sul. E por último, estou curioso porque depois de visitar a Bienal de Cerveira e a Biennale de Lyon, esta será a terceira feira que visitarei no espaço de seis meses, o que começa a permitir-me efectuar uma observação comparativa sobre o que vai sendo proposto actualmente junto do mercado de arte. A feira realiza-se em Vigo entre os dias 14 e 17 de Janeiro de 2010. Eu vou tentar organizar uma visita de grupo à feira, provavelmente no último dia, pelo que quem quiser vir que diga qualquer coisa de maneira a ver a melhor forma de a realizar.

Casa da Música

Quero dedicar este post à Casa da Música e ao espírito de inovação e vanguarda que tanto urge na cidade do Porto para, de modo próprio, fazer face aos constantes atropelos e dificuldades que se deparam ao longo das últimas décadas. Li hoje na imprensa, que o suplemento de cultura do The Sunday Times, na única referência a Portugal, destaca a Casa da Música como um dos projectos arquitectónicos que marcam o que de melhor se fez na década. Eu sou suspeito porque adoro o edifício. Sou mais suspeito porque adoro o Porto. Adorei o projecto de Rem Koolhaas. Agora é o The Sunday Times que adjectiva a Casa da Música como "louca e perversa, mas brilhante". Do mesmo modo que gosto da requalificação do Siza Vieira e Souto Moura (com a excepção de alguns pormenores, mas não podemos agradar a todos) para a Praça General Humberto Delgado, Avenida dos Aliados e Praça da Liberdade. Do mesmo modo como aguardo com interesse o resultado da discussão à volta da requalificação do Pavilhão Rosa Mota. E tanta outra coisa. E isso prova que o Porto mexe, que pulsa. Sem apoios...
E é desta forma, ao ver o reconhecimento internacional que sinto que esta cidade tem futuro. Sim, reconhecimento internacional, porque com um país tão pequeno como o nosso, não existe espaço para reconhecimento interno que não seja o direccionado para a capital. O Porto, cada vez mais, afirma-se como uma cidade inovadora, aberta ao futuro. Mas essa afirmação parte de si mesma e não dos órgãos de soberania e quaisquer instituições publicas. Resta-me olhar com desprezo para os que abandonam a cidade a troco de soldos, e auspiciar que dentro em breve outro 31 de Janeiro aconteça. O Porto existe porque as suas gentes existem e porque sentem a cidade. Não são produto importando como em outras, que vivem a cidade de forma efémera e que por ela passam, se servem, mas não a sentem, não a amam. Podem viver um "flirt" de Verão, mas não a amam, não.
E tudo isto a propósito da Casa da Música. Mais uma vez os meus parabéns. Para quem não a conhece recomendo a visita. Inscreva-se numa visita guiada e descubra um espaço magnífico.

Fotografia © Nuno Ferreira
É permitida a reprodução apenas para uso pessoal e educacional. O uso com fins comerciais é proibido.
Photography © Nuno Ferreira
Permission granted to reproduce for personal and educational use only. Commercial copying, hiring, lending is prohibited.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Natal no Porto

Olá caros/as amigos/as. Tenho estado mais ocupado, facto verificável pela ausência de posts aqui no blog. Contudo, fiz o possível para arranjar uns minutinhos e colocar aqui algumas sugestões para as comprinhas de Natal. Não que esteja a pedir nada... é apenas uma sugestão. Enfim...
Ora bem, já que não vou a tempo de recomendar a Arca de Natal, que este ano realizou-se entre os dias 4 e 7 de Dezembro na estação de caminhos de ferro de São Bento, e cujas vendas revertiam a favor das associações e instituições responsáveis pelos vários espaços, passo a recomendar a feira de artesanato que está colocada na Praça D. João I, a Artesanatus 09, e que lá ficará até ao dia 23 de Dezembro.
No âmbito das sugestões mais contemporâneas temos o "Natal feito à Mão", uma mostra de criadores portuguesas, patente ao publico no Plano B, na Rua Cândido dos Reis n.30, nos dias 12 e 19 entre as 14:30 e as 19:00. Este Natal teremos também, entre muita animação pela cidade, uma edição especial do Mercado Porto Belo, mercadinho que já referi aqui no blog várias vezes, entre os dias 21 e 23, na Praça de Carlos Alberto, ou seja, no local habitual. Será lá por certo que farei as minhas últimas compras. Entretanto, para os amantes da fotografia, podem encontrar já este fim-de-semana algo de interessante pelo Centro Português de Fotografia em mais uma Bolsa de Material Fotográfico. E mais... no domingo, dia 13 pelas 16:00, o fotógrafo José Manuel Soares fará uma apresentação de frequência livre subordinada ao tema "Fotografias Guardadas em Livros". Parece ser bem interessante. É provável que me encontrem por lá. Abraço e até breve.